menu
     
     
     
     
     
     
 
  
 
 
Agudos, 12/11/2019, 22:49
menu
Instalações




28.06.10



Irmãs Franciscanas de Sissen

O Coral do Seminário Santo Antônio
Frei Agostinho Salvador Piccolo
Márcio Gapski, ex-seminarista de 1965
Nelson Assad Ayub, presidente
da Câmara Municipal de Agudos

Por Moacir Beggo

Agudos (SP) - O povo da cidade de Agudos foi o convidado especial da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil e do Seminário Santo Antônio para celebrar e agradecer pelos 60 anos de fundação desta casa de formação.

A bela e grandiosa igreja do Seminário ficou pequena para tanta gente, que veio também das cidades vizinhas render a homenagem ao Seminário que é o orgulho da região. O Ministro Provincial, Frei Fidêncio Vanboemmel, presidiu a celebração, tendo ao seu lado os frades do Seminário e de toda a Província. Frei Ademir Peixer e o Coral dos Seminaristas deram o tom solene para o grande momento.

As homenagens ao Seminário pelo jubileu de diamante do Seminário Santo Antônio começaram há um ano. Neste mês, no dia do Padroeiro, 13 de junho, tiveram início as festividades para o encerramento deste ano jubilar. No dia 21, Frei Walter Hugo de Almeida lançou o livro "Jardim de Deus", comemorativo dos 60 anos.

Neste dia, a liturgia do 13º domingo do Tempo Comum nem precisou ser mudada para a ocasião festiva, já que o tema era vocacional. O evangelho de Lucas fala das exigências de Jesus para aqueles que aceitam ser seus discípulos.
O Ministro Provincial, contudo, abriu sua homilia dando graças ao Bom Senhor, através do "Cântico do Sol", olhando para a grande imagem de São Francisco no lado direito da igreja do Seminário.

"Olhando para a grande imagem de São Francisco de Assis, marcada pelo sinal da cruz, contemplamos Francisco erguendo a mão num sentido evangelizador, mas sobretudo, como o grande louvador do Deus Altíssimo . Certamente hoje, conosco, mais do que ninguém, ele está agradecendo como estamos agradecendo; louvando como estamos louvando; e dizendo a seu Deus e nosso Deus: Altíssimo, Onipotente e Bom Senhor, teus são o louvor, a glória, a honra e toda a bênção.

Louvado sejas, meu Senhor, pelos 60 anos de história do nosso Seminário Santo Antônio!
Louvado sejas, meu Senhor, pelos sessenta anos de vida de amor, de empenho, de trabalhos cultivados nesse Jardim de Deus.
Louvado sejas, meu Senhor, por todos os frades que qui trabalharam e ainda continuam a trabalhar. Que aqui cultivaram e que continuam a cultivar o terreno dos corações dos jovens e adolescentes, formando-os para a vida, formando-os dentro da vocação franciscana.
Louvado sejas, meu Senhor, pelos mais de 4 mil seminaristas que passaram nesses 60 anos e que aqui modelaram suas vidas pelos princípios do Evangelho, pelo ideal de São Francisco de Assis, pelo amor aos estudos, à formação, ao cultivo da vida de oração, o exercício diário do trabalho, do viver e do conviver com as diferentes realidades e que, aqui, aprenderam acolher os novos irmãos que Deus foi dando a cada ano.
Louvados sejas, meu Senhor, por todos os colaboradores e colaboradoras, professores e professoras, particularmente, nossas queridas Irmãs Franciscanas de Sissen, que aqui trabalharam e continuam a trabalhar, ajudando a nossa Província a fazer deste Seminário, desta fazenda, acima de tudo, uma grande casa de oração, de estudos, de lazer, de vida e de formação; uma grande casa de cultura e que se irradia por todos os cantos da terra.
Louvado sejas, meu Senhor, pelo povo de Agudos, por toda essa comunidade querida de Agudos, que procurou caminhar e fazer parte dessa história, da vida desta casa.
Que Deus, assim, nos abençoe!
Que Deus cumule esta cidade de graças e de bênçãos. Casa que também, por sua vez, projetou esta comunidade de Agudos para todos os cantos de nosso Brasil, porque Agudos também nesse tempo todo acolheu jovens, pessoas vividas de diferentes partes de nosso país e até de outros países.
Então, com São Francisco de Assis, nós queremos neste dia e nesta manhã simplesmente dizer: Altíssimo, Onipotente, Bom Senhor,todos os vossos louvores, toda a nossa gratidão, toda a nossa ação de graças se devem sem dúvida alguma a este Deus e Senhor!"

Frei Fidêncio ainda lembrou que o Seminário Santo Antônio não viveu para si nesses 60 anos. "Começou, sim, sileciosamente neste recanto, nesse cantinho, há 60 anos, mas lentamente ele também passou a ser o espaço da irradiação franciscana. Não demorou muito, os frades assumiram a Paróquia da cidade. A propósito, há poucos dias faleceu o primeiro pároco, Frei Ivo Theiss, do tempo em que eu estudei neste Seminário e, assim sucessivamente, tantos outros frades", recordou.

"Depois criou-se a nova paróquia de Santo Antônio, mas não é apenas Agudos que passou a ser o espaço da evangelização. Também as cidades da redondeza passaram a ser o lugar da evangelização. Essa também foi a grande missão da fraternidade franciscana, que aqui tem trabalhado nesses anos todos: ser uma presença irradiadora da mensagem do Reino de Deus e, sobretudo, uma presença evangelizadora da missão franciscana", completou.

Os rouxinóis do Jardim de Deus

Frei Thiago Alexandre Hayakawa, o novo guardião do Seminário, falou pela fraternidade nesta celebração e confessou que não costuma perder noites de sono, mas quando foi consultado pelo Ministro Provincial para assumir esta casa no início do ano ficou uma noite toda em claro. "Mas chegando aqui, a este Seminário, como cantou o nosso Coral, muitos rouxinóis encontrei, dando cor e vida a este Jardim de Deus. E a estes rouxinóis gostaria de agradecer o apoio e a colaboração nesses 60 anos. Agradeço ao Frei Fidêncio, nosso irmão e Ministro Provincial, que tão prontamente aceitou o convite de estar aqui conosco e aos demais confrades que vieram celebrar conosco esta data. A todos os nossos amigos e benfeitores desta casa, gostaria de dizer o meu muito obrigado", agradeceu Frei Thiago, que chamou dois frades mais antigos da casa para homenagear a todos que passaram pelo Seminário: o professor mais antigo, Frei Mário Brunetta, e o irmão mais antigo, Frei José Lino Zimmermann, que, com o seu trabalho silencioso, "escondido muitas vezes, colabora e muito para esta casa".

Frei Thiago não esqueceu de fazer um agradecimento especial às Irmãs Franciscanas de Sissen, que trabalham no Seminário há 20 anos: Ir. Maria Othildes, Ir. Maria José e Ir. Margarida. Frei Thiago agradeceu a todos presentes e convidou-os para repartir o bolo de 60 anos e cantar o Parabéns no grande refeitório da casa.

A primeira turma

Frei Agostinho Piccolo falou como o primeiro aluno da inauguração do Seminário em 1950. Relembrou os momentos iniciais dessa epopéia franciscana: "A tinta ainda estava fresca quando chegamos no dia 31 de janeiro de 1950. Dia simbólico de Dom Bosco, padroeiro dos educadores. Éramos a primeira turma do terceiro ano do Ensino Médio. Em dezembro de 1950, ano santo, fomos os primeiros alunos de Agudos a ingressar no Noviciado Franciscano, na colina da esperança, em Rodeio (SC). Fomos os primeiros neo-sacerdotes de Agudos - éramos sete -, ordenados em Petrópolis, RJ, no Sagrado Coração de Jesus, no dia da visitação de Nossa Senhora, 2 de julho de 1957", contou Frei Agostinho.

O ex-seminarista Márcio Gapski recordou que fez parte da maior turma do Seminário, com cerca de 360 alunos, em 1965. "Hoje, esta igreja está lotada. Na minha época, nos primeiros anos desta casa, ela ficava repleta de seminaristas".

Homenagem da cidade

O presidente da Câmara Municipal de Agudos, Nelson Assad Ayub, representou a cidade de Agudos na celebração e falou da importância e do significado deste Seminário para a cidade. "Recebi com muita alegria a incumbência de falar em nome da cidade de Agudos sobre os 60 anos do Seminário Santo Antônio, que tão bons serviços tem prestado à nossa cidade e região. O Seminário, nesses 60 anos, escreve uma história de amor muito bonita. Por onde a gente anda por esse Brasil afora, sempre encontra alguém que estudou, visitou ou conheceu o Seminário. Isso sempre nos enche de alegria e satisfação. É muito bom ouvir pessoas ilustres falarem de Agudos. O Seminário é indiscutivelmente uma referência para a cidade e por todo o nosso país", homenageou o ex-prefeito.

Representando a a comunidade agudense, com suas paróquias franciscanas, de São Paulo e Santo Antônio, Simone agradeceu a oportunidade de falar e agradecer pela presença franciscana na cidade nesses 60 anos. "Agudos, com certeza, tem identidade franciscana. O povo, com certeza, veste marrom. Temos orgulho do Seminário e temos muito, muito amor, pelos frades que aqui passaram e por aqui fizeram a diferença. Nós não conseguimos mais pensar Agudos sem a presença do Seminário, sem presença amiga de cada franciscano que por aqui passou", completou.

Nos próximos dias, a cidade terá mais uma data festiva para comemorar. No dia 3 de julho, a Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos, que tem como pároco Frei Ademir Sanquetti, completará 112 anos.

pe
| Voltar |

[Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil] - Copyright © 2011 Franciscanos.org.br
Todos os direitos Reservados.